visualizações de página

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Ela.

Ela disse que eu sonhava demais
disse que eu queria algo que talvez não fosse o que eu realmente precisava,
evidente que ela me conhece bem,
evidente que eu emudeci diante de saber que ela sabe de tudo aquilo que nem eu sei as vezes.
Ela se preocupa com meu insucesso, com minhas lagrimas e com meus sonhos longínquos e irreais.
Ela parte do real, daquilo que é possível ver em mim, na minha aparência, na minha expressão.
Ela é mais do que eu imaginei.
É quem me aguarda chegar na beira do cais com um sorriso tranquilo de conforto para a alma.
Ela esta cansada, entristecida, e com razão.
Eu estou inquieto, sem a solução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...