visualizações de página

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Absorvo

Feito guardanapo velho de papel
absorvo.
Absorvo feito gente grande capaz de abstrações.
Inerte a observar as promessas incertas
absorvo.
Feito quem observa o horizonte inalcançável
absorvo.
Feito esponja usada toda em fel
absorvo.
Absorvo o observável, e intocável
Pelo prazer de não morrer, absorvo.
Feito terra regada em lama, a sete palmos
absorvo.
E quando absorver for insuportável
talvez exploda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...