visualizações de página

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Os tais senhores.

São apenas senhores

São os tais

São senhores de horrores

Animais

Secos moralistas,

Velhos egoístas, traiçoeiros e covardes.

Animais que sugam de tudo

São os tais

Aprovam as suas cifras, sem alardes.

São pastores, vereadores, são descartes.

Rastros desmanchados, seus crimes, seus critérios.

Ranços em pedaços, cordiais de porta de igreja.

Liberais, de ponta cabeça.

Senhores da casa de lei

Senhores doutores, se vestem de rei.

Senhores aposentados, com prêmios especiais.

Senhores ditadores

São os tais.

Os tais da calada da noite

Que decidem seus próprios destinos

Com aval, desse povo bovino.

Os tais indiferentes da corte

Que se condenam a liberdade

E se banham da impunidade.

São deputados, senadores, padres.

São apenas senhores,

São apenas doutores,

São apenas horrores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...