visualizações de página

sábado, 25 de setembro de 2010

Quais são as palavras que nunca são ditas?

Tudo o que eu preciso é de uma conversa, sabe. Não dá mais pra guardar estes sentimentos dentro de mim. Eu preciso dizer que eu ando me sentindo mal, e que em meio aos livros, textos e obrigações do dia a dia, eu ando buscando uma fuga. Eu preciso dizer que eu me sinto traído, e que tudo isso vem me fazendo mal. Eu preciso dizer que tenho me sentido só, e sem vontade de lutar. Eu preciso dizer que tenho me sentido cansado das pessoas, por mais que eu as ame. Eu preciso dizer que tudo isso, que toda essa angústia me persegue todas as noites antes de dormir, mesmo tentando esquecer. Eu preciso dizer que eu não estou distante, mas sim no lugar onde me puseram. Eu preciso dizer que estou com medo de um dia não mais enxergar, minha visão anda cada vez pior. Eu preciso dizer que tenho medo de projetar até o último dia, sem que nada aconteça de verdade. Eu preciso dizer que eu ensaio todo dia o “eu te amo” que eu queria dizer a tanta gente. Eu preciso dizer que eu nunca me dei bem com as tecnologias, eu sempre estrago tudo. Eu preciso dizer que meu sonho mais puro, é ter uma câmera nas mãos e sair filmando os recortes da vida por aí. Eu preciso dizer que eu adoraria ganhar dinheiro com isso. Eu preciso dizer que o que eu mais gosto, é sentar-se em baixo de uma árvore e rever velhos álbuns de fotos. Eu preciso dizer que nos meus sonhos o que eu mais gostava era os em que eu voava. Eu preciso dizer que eu ainda não compreendi minha missão neste mundo tolo. Eu preciso dizer que as pessoas fazem, falta quando estão distantes. Eu preciso dizer que me lembro bem dos amigos da quarta série, e dos teatros que apresentávamos nas outras turmas. Eu preciso dizer que eu já acreditei em mim, e que hoje me sinto uma eterna dúvida. Eu preciso dizer que tenho medo de envelhecer, e que os dias estão passando rápidos demais. Eu preciso dizer que acredito em Deus, mas não acredito na igreja, ela é feita de homens. Eu preciso dizer que meu maior defeito é o orgulho, matei vários sentimentos com isso. Eu preciso dizer que odeio me olhar no espelho, mas adoro tirar fotos. Eu preciso dizer que todos os momentos estão guardados no meu peito, mesmo que nunca mais se repitam. Eu preciso dizer que não sou frio, nem seco, apenas não sei demonstrar em gestos o que sinto. Eu preciso dizer que odeio sentir-me observado, e que odeio chegar sozinho em algum lugar cheio de gente. Eu preciso dizer que, várias vezes sonhei viajar, mas sempre perdia o ônibus. Eu preciso dizer que eu quero muito ter um jipe. Eu preciso dizer que tenho medo de dizer quem eu sou, mas não me envergonho disso. Eu preciso dizer que ando ouvindo pouca música, que ando rindo muito menos, que ando com vontade de dormir para sempre. Eu preciso dizer que eu cansei das paredes pretas do meu quarto. Eu preciso dizer que eu queria ser mais presente com as pessoas que eu amo. Eu preciso dizer que eu adoraria trabalhar se não fosse mera obrigação, se não fosse mera subsistência. Eu preciso dizer que eu não acredito em coincidências, mas que elas são incríveis quando frente aos nossos olhos. Eu preciso dizer que minha felicidade oscila, e que eu escrevo muito mais quando infeliz. Eu preciso dizer que eu gostaria de receber todos em casa freqüentemente, porém isso não acontece. Eu preciso dizer que adoro atenção, me faz sentir vivo. Eu preciso dizer que eu não queria uma parede frente à janela do meu quarto, queria um campo verde. Eu preciso dizer que eu penso muito antes de fazer qualquer coisa. Eu preciso dizer que eu já quase morri afogado, que um amigo me salvou, e que antes disso um cachorro tentou me avisar. Eu preciso dizer que minha sensibilidade é muito aguçada, e percebo nos olhos das pessoas o que esta se passando, mesmo muitas vezes não interferindo. Eu preciso dizer que eu tenho mil coisas a dizer, mas sei que nunca me ouviriam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...