visualizações de página

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Canção pra nunca mais.



Não, vou mais voltar, não, vou mais voltar.
Amanhã a gente conversa, esse papo, já não interessa.
Eu recebo do fruto o bagaço
Eu exclamo com peito de aço
Amanhã a gente se estressa nesse passo, cheio de pressa.
Amanhã, a gente se vê, não quero mais sofrer.
Correndo atrás vertiginosamente
Eu tenho o meu orgulho, mas hoje estou carente.
Estou tão inseguro, e preciso te dizer.

Não, vou mais voltar, não, vou mais voltar.
Não, vou mais voltar, não, vou mais voltar.

Hoje você foi tão duro, tão maduro, e eu em cima do muro.
Hoje você disse tudo, que eu precisava ouvir.
E eu me senti tão pequeno, pensando no nosso futuro.
Você foi um sopro de calma, e eu precisava rir.

Sentar e sair
Seguir e sentir
Voltar e partir
Não dá pra esquecer.

Não, vou mais voltar, não, vou mais voltar.
Não, vou mais voltar, não, vou mais voltar.

Mas amanhã, eu apareço, pedindo aconchego
Quem sabe às vezes me esqueço desse orgulho e peço arrego
Eu digo da boca pra fora, por que eu nunca vou embora.
Mas repito feito um disco, naquilo que eu insisto.

Não, vou mais voltar, não, vou mais voltar.
Não, vou mais voltar, não, vou mais voltar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...