visualizações de página

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Revisão político - despolitizada desses arredores.

No fim de 2008 na turbulência das eleições para um governante municipal na cidade de Sarandi fomos presenteados com a vitória da ignorância, dos mal informados, daqueles que acreditavam estar fazendo a melhor escolha de todos os tempos. Antes de se deliciarem com os podres poderes, critiquei veementemente a postura da sociedade organizada ao se submeter estupidamente a um governo que todos com um mínimo de cérebro já sabiam das mazelas, e dos absurdos familiares e políticos envolvendo o hoje afastado do Poder Milton Martini. Fiz minha critica de forma sutil e agressiva numa comunidade do Orkut (http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=659306&tid=5254134850146917111&start=1) que tratava de assuntos sobre o município, e me deparei com uma série de imbecis, soldados idiotizados do até então candidato que a seguir viria a tomar a vitória apertada na concorrência da prefeitura. Mas eram soldados por conta própria, e idiotas de nascimento talvez, pois a estupidez tomava conta de cada palavra ofensiva aos meus comentários, aquilo foi uma enxurrada de besteiras, de asneiras, e eu disse isso a eles, mas eles se acharam bons demais a ponto de não lerem uma vírgula do que eu dizia, liam uma coisa e entendiam outra, eu buscava utilizar bons argumentos, manter algo de nível, porém no fórum só respostas intolerântes a inteligência, pareciam abominar as verdades que eu postava sobre o Milton Martini, e o comportamento da maioria da população. As agressões verbais foram tomando uma proporção imensa, desta forma resolvi apagar meus comentários, não valiam de nada se opondo a grosserias estúpidas e sem fundamento algum de uma gente pobre  de ser, pobre de identidade, pobre de sagacidade, pobre de argumentos, pobre de alma. o que é pior que qualquer desfavorecimento material. Mais de dois anos depois, retornei a comunidade e percebi que aquilo sem meus comentários que eram tão mal recebidos não tinha a mesma movimentação, claro, com um tipo de gente sem argumentos, sem ter o que falar, só restava mesmo responder meus comentários com grosserias. Mas o melhor ou pior de tudo, é voltar lá feito Tieta do Agreste, e ver que suas palavras foram proféticas, apesar de não estarem mais lá, hoje cada ser idiotizado que postou suas bizarríces incomuns a favor do Milton Martini, com ênfase em me agredir está engolindo a seco e engolirão por muito tempo ainda, tendo que se orgulharem de terem elegido um homem que poucos dias depois de sua eleição deu uma banana para a população, um tapa na cara dos seus próprios soldados idiotizados. Nos deixando o presente de grego Carlos de Paula como substituto, por sinal um publicitário nato, De Paula, demonstra uma sabedoria incrível no quesito propaganda é a alma do negócio, se faz presente em todas as obras da cidade, sejam obras dele, ou não, o que importa é que em tudo o seu "rostinho"apareça, deixando sua marca, para uma próxima eleição, entrar com o aval da população, que como sempre em sua grande parte deixou o discernimento e a capacidade de raciocínio político cair em algum dos buracos nas ruas da cidade e são bem capazes de o tornarem então, prefeito consagrado do município. É o que eu falava antes de pobreza sabe, são pessoas incapazes de discernir e opinar sobre assuntos políticos, mas mesmo assim elas opinam, e pior, votam, determinam "democraticamente" quem vai "fuder" com tudo. A maioria das pessoas de senso comum, e de cérebro incomum, votam por aparência, por status, vejamos os tantos casos dos deputados eleitos na ultima eleição, Cida Borguethi continua no poder, por que pobre gosta de gente chique no poder, gosta de gente loira e de olhos azuis no poder, pobre não acha que pobre tem condições de ocupar um cargo político, isso é tão óbvio no que tange minhas observações sobre este âmbito caótico que são as eleições na conservadora Maringá, e na obediente subalterna Sarandi. Na linha de exemplos, temos o próprio prefeito de Maringá, o excelentíssimo Silvio Barros, que mexe com os corações sonhadores da população que adora filmes de época e acham mais "bonitinho" manter uma dinastia no poder, passar coroa de pai para filho, é coisa tão High Society , e nesse clima, volta Osmar Dias que foi tão longe politicamente, e como um cão sem dono volta para a sua amada e conservadora cidade de babacas soberbos que moram em bairros marginalizados, vêem o centro e os bairros nobres cada vez mais luxuosos, e se sentem parte desse progresso quando vão gastar seus míseros vinténs no comércio suntuoso que a ACIM faz por onde manter na ordem consumista do capital, sem maiores pudores. E o prefeito investe em propaganda, ele quer ver os IPTU's todos bem pagos, e na TV a todo momento vemos aqueles moradores de comercial de margarina felizes com as tantas obras realizadas, que só o IPTU pode pagar, e em Sarandi não é diferente, tem-se muito em comum, muito se fala, pouco se faz, mas na política do pão e circo, é isso mesmo que conta para essa inteligente população de meia pataca. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...