visualizações de página

sábado, 4 de julho de 2015

Redução da maioridade é combater as consequências não as causas.

Há quem acredite que sou contra a redução da maioridade penal por que defendo criminosos, e me justificam a decisão acertada de reduzir a idade penal para 16 anos por que eles já sabem muito bem o que fazem, mostrando casos de adolescente que já tem dezenas de homicídios cruéis nas costas, adolescentes que podem ora ou outra me vitimar.
Amigos, eu reconheço a crueldade de qual seja o crime, do simples furto, ao trágico assassinato a sangue frio. A desumanidade nas relações humanas me comove há muito mais tempo que você pode imaginar, não venha me tornar indiferente por pensar fora da caixa que você pensa.
Porém isso não é capaz de me fazer acreditar que a violência e a crueldade estão descolados de todo o sistema em que estamos inseridos. A violência e a crueldade são subprodutos de uma sociedade que historicamente lucra com o terror, com guerras, com o medo, com a pobreza. As soluções lançadas para a população são sempre atacar as consequências, nunca as causas, até por que as causas são a fonte de lucro e de domínio de um grupo sobre o outro.
O menor bandido, monstro, assim como o maior bandido, monstro são vitimas não por que são bonzinhos e legais, ou tranquilos, não adianta me dizer pra eu levar pra casa pra cuidar. Eles são vitimas por que são experiencias de laboratório, são verdadeiros frankensteins, foram deliberadamente transformados nos monstros que são, e se foram transformados, existe uma pergunta a fazer. Quem e o que o transformou em monstros?
Muitos filmes de zumbi são assim, mata-se zumbi do começo ao fim, para no fim do filme descobrir que um mentor não tão violento quanto comer um cérebro de alguém, mas muito ambicioso para criar quem o fizesse é que é, o verdadeiro vilão da história.
Que dizer, os monstros existem, eles causam o terror sim, mas enquanto a gente ficar lutando contra esses monstros que são criados e produzidos diariamente pelo sistema e não atacar o criador desses monstros vamos passar a vida com medo, aterrorizados, em clima de guerra, matando uns aos outros e dando lucros a classe dominante.
Enquanto 90% da população carcerária for pobre, e 60% for negra, enquanto o país for a terceira maior população carcerária do mundo, enquanto quem decide sobre isso forem golpistas, políticos velhos, brancos e ricos, enquanto essas decisões forem tomadas para satisfazer financiadores de campanha que são grandes empresas que lucram com o terror e com o medo e a violência versus segurança, enquanto a educação desse país não for no mínimo a terceira melhor do mundo, não existe possibilidade alguma de achar que reduzir a maioridade penal é solução, é justiça, por que não é, se trata apenas de um desejo selvagem e primitivo de vingança, de causar ao outro a mesma dor que o outro causou, ou coisa pior, pelo prazer de vê-lo gemer, gritar, agonizar, sufocar com o próprio sangue na garganta, punindo-o com a mesma violência que se repudia em nome da redução da maioridade penal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...