visualizações de página

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

OS REIS E A PERFEIÇÃO.


Minha vida passageira, minha canta Cantareira
Passarinho passa areia, lado ninho a ladeira
Lava roupa lavadeira, roupa lava vida inteira
Borboleta, bobo, teia, da aranha sanfoneira
Macho marchará na rua, dobra esquina meia lua
Sol lá tente novamente, dó ré mi facilitou
Foi gol quente, incendeia, Cava lei, depois rodeia
Figura antes, e depois, nunca pr’outra agonizou
Sempre as margens, respirando um resto de vento
Caro magro, vago, simulacro ao relento
Diz, pressente, displicente, diz contente...
Conta comigo, conta conto, dá desconto
Rei ti ciências de um parágrafo mudo, ausente.
Sair e dar a mão no Irã, diz: crime, nação.
Sair e dar a mão no Irã é discriminação, na mão, na mão.
É descaminho contra árido da fronteira, é de volta
É de contra, mão sem ato, sem rumo
É daqui deste lugar, sem par, que sumo
Aos olhos dos eleitos, perfeitos, dessa gente que não é gente
Rei invente! Rei entenda! Rei suscite a mim que sou eu.
Não seu, mas nas tuas mãos, no teu Rei, nado, me afogo.
Diz: Caracterizado de homem como um, como outro.
Rei levante! Irrelevante talvez
Para quem dentro da saga cidade, ex – cura, esmurra
Como quem a ponta, fura, cega, manipula
Mãe pula meus desejos e minha alma
Fama, ilha, cortejo que não se dissipa
Família: bocejo de quem discrimina.
Bananal, banal, Brasil, carnaval.
No próprio ventre o gargarejo sufocado, amor to enterrado
Diz crente, mas não acredita ao menos no que diz
Diz tudo como quem diz da boca pra fora.
Condena! Diz: crime, nação.
Rei integrado, Reificado com toda essa perfeição.
Abatido, e não representado, consumido
Mercado ria, ria da nossa cara, ri de mim que te consumo, que te desejo
Passaria passarinho, antes da morte o beijo, antes do sangue, o vinho.
Castra a ação, antes de ser, interrompe o amor.
A base de mordidas, pauladas, agressões, trans- gressões, trans-sexuais.
Diz crente novamente, aparta o beijo violento na televisão
Se diverte nas ruas, o reis de paus na mão.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...