visualizações de página

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Na primavera vou ser quem eu quiser

Só por que dizem que homens não choram, por que dizem que a cor não é essa, que o modo de andar não é o seu, e que as roupas estão totalmente erradas. Só por que não lembra o comum, por que não é o tradicional, robótico, padrão. Só por que dizem que comer rápido é não perder tempo cozinhando, por que fast food é a "onda" do momento. Só por que os olhos não são claros, e os livros não são lidos. Só por que comer sempre esta errado, gargalhar esta errado, gritar esta errado, estar em total desordem da ordem imposta a tua própria ordem. Só por que dizem que homens não devem ser sensiveis, e mulheres são frágeis, que homens não devem ser educados, e mulheres indelicadas. Só por que dizem que hoje é o dia das mães, dos pais, de Jesus Cristo ou o diabo a quatro. Só por que dizem que deve se dizer senhor e senhora, e que o hino nacional nos representa. Só por que dizem que o reino dos céus será dado aos pobres, só por que dizem que meninos não usam brincos, e meninas skate e bola.Ou só por que dizem que o salto 15 não esta mais na moda, e que na primavera você não deve sorrir nem cantar. Só por que dizem, sem saber de onde vem esta voz paradigmática. E quando disserem que não é quem pensa que é? Que não é humano? Que não é homem? Você o será? Ninguém disse para as flores desabrocharem na primavera, elas apenas são, apenas encantam, como são, independente de cores. Plantas não tem sexo, nem salto 15, e ninguém as diz o que elas devem ou não fazer, elas o fazem.



Que a primavera desabroche, rompa, quebre, desvele suas ilusões egoistas, e seus anseios sórdidos.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pedras na janela

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...